HOMENAGEM

Comunidade da FCE celebra aniversário em solenidade especial no campus. Lançamento de portal voltado a ex-alunos também marca as comemorações

 

Ponto alto do dia, solenidade reuniu professores, alunos, membros da administração superior e autoridades para celebrar uma década da FCE. Foto: Raquel Aviani/Secom UnB

 

Na área verde que separa dois blocos do campus da UnB em Ceilândia, alunos do curso de Farmácia cuidavam do jardim medicinal, projeto implementado no local no início do ano. “Teremos maracujá, boldo, babosa, alecrim, hortelã, guaco e outras plantas para fazer chá, xarope, sabonetes e xampus. Ofereceremos também palestras, oficinas e outras atividades com o intuito de envolver a comunidade nesta construção”, conta o estudante Vanderson Stanley.

 

A iniciativa desenvolvida no âmbito das disciplinas de Farmacognosia,FarmacobotânicaeFitoterapia revela o espírito da Faculdade de Ceilândia (FCE) em dez anos de existência: a relação íntima entre universidade, alunos e comunidade. Nesta terça-feira (28), a materialização deste sentimento ocorria a poucos metros da horta medicinal, no auditório da Unidade Acadêmica (UAC), onde cerimônia solene comemorou uma década de ensino, pesquisa, extensão em Ceilândia.

 

“Registro a alegria desse dia, por sermos o sonhado campus da UnB em Ceilândia mas, sobretudo, por proporcionarmos a inclusão social transformadora e a formação de profissionais de excelência originados de diferentes camadas sociais do nosso país”, resumiu o vice-diretor da FCE, João Paulo Chieregato.

Alunos da Farmácia, Thais Ribeiro (à esq.), Vanderson Stanley e Tatiane Ferraz cuidam do jardim medicinal da FCE. Os três moram em regiões próximas ao campus. Foto: Raquel Aviani/Secom UnB

 

O auditório acomodava atuais e ex-professores, alunos, técnicos, membros da administração superior, autoridades de órgãos parceiros (hospitais e regionais de saúde) e representantes de movimentos sociais. “Vemos aqui uma história belíssima e de muita luta, que representa a própria história da UnB. Que venham outros anos de muito mais sucesso e felicidade”, disse a reitora Márcia Abrahão.

 

Os momentos mais marcantes do campus foram lembrados nas falas de quase todos convidados. Um percurso marcado pela superação de inúmeras batalhas, na visão do diretor Araken Werneck. “Ao longo dos anos, fomos solucionando os problemas com o intuito de melhorar as condições de vida e de trabalho no campus. Vocês, estudantes, têm aqui uma formação não apenas técnica, mas diversificada e humanística. Para entender e compreender o ser humano”.

 

Os seis cursos do campus – Enfermagem, Farmácia, Fisioterapia, Fonoaudiologia, Terapia Ocupacional e Saúde Coletiva – são muito bem avaliados pelo Ministério da Educação, com notas 4 e 5 (veja classificação). Trabalham no local 152 docentes, 70 técnicos e 30 colaboradores. Mais de 1,4 mil profissionais se graduaram na FCE, que também já formou 133 mestres, 32 doutores e 80 especialistas. Em dez anos, a Faculdade realizou 250 projetos de extensão de ações contínuas e outras 600 ações pontuais na comunidade.

 

Para o ex-reitor José Geraldo, a FCE é a síntese da universidade necessária, idealizada por Darcy Ribeiro, pois nela a comunidade e a história das lutas sociais se fazem presentes. Segundo o professor da Faculdade de Direito, outro aspecto marcante no campus é a felicidade, que circula por todos os espaços. “Uma dimensão do que se realizou no campus, mas também da própria cidade na qual ele está instalado. Ceilândia é lugar de encontro e instalação de subjetividades”.

 

<< Conheça a história da Faculdade UnB Ceilândia

Ex-reitor José Geraldo, reitora Márcia Abrahão, ex-diretora Diana Pinho e atuais gestores Araken Werneck e João Paulo Chieregato celebram aniversário da FCE. Foto: Raquel Aviani/Secom UnB

 

COMEMORAÇÕES — Desde o final do ano passado, a Faculdade UnB Ceilândia realiza uma série de eventos para celebrar seus dez anos de história. “Estamos organizando atividades belíssimas. Acreditamos no encontro para se mover montanhas”, sintetizou Maria de Nazareth Malcher, docente da FCE e presidente da comissão responsável pelas comemorações.

 

Estudante de Fisioterapia e moradora de Samambaia, região próxima ao campus, Taynara Araújo estava orgulhosa de participar deste momento histórico. “Estar perto da UnB é uma oportunidade única de me formar com mais tranquilidade e facilidade. A Universidade inserida fisicamente numa região periférica a aproxima de outros públicos, uma conquista enorme da comunidade local”, opinou.

 

Outra ação que integra os dez anos da FCE é o Portal do Egresso, lançado nesta terça-feira (28). Com o intuito de manter aberto um canal de comunicação entre a Faculdade e seus ex-alunos, o site reunirá informações sobre o mercado de trabalho, eventos, extensão, pesquisa e pós-graduação, além de um blog que trará opiniões e relatos dos profissionais que passaram pelo campus.

 

“É uma oportunidade para o ex-estudante manter seu vínculo afetivo com a UnB e ficar a par do que acontece no campus. Um espaço para mostrar como está a vida desse egresso fora da universidade, sua atuação profissional, suas expectativas, pretensões e até dicas para os atuais alunos. E também aproximá-lo dos grupos de pesquisa e projetos de extensão que continuam vigentes”, afirma Vittor Godoy, graduando em Fisioterapia e integrante da comissão organizadora dos eventos e atividades comemorativas dos dez anos da FCE.

 

<< Confira o documentário da UnBTV com depoimentos sobre o processo de expansão da UnB para a Ceilândia e a construção do campus da FCE

 

 

ATENÇÃO – As informações, as fotos e os textos podem ser usados e reproduzidos, integral ou parcialmente, desde que a fonte seja devidamente citada e que não haja alteração de sentido em seus conteúdos. Crédito para textos: nome do repórter/Secom UnB ou Secom UnB. Crédito para fotos: nome do fotógrafo/Secom UnB.