BEM-ESTAR

Ofertada pelo Departamento de Farmácia, Ciência Além da Ciência ganha ainda mais importância na perspectiva de cuidado com a saúde mental na pandemia

Disciplina sugere que o estudante olhe para dentro de si e seja menos dependente do mundo exterior para alcançar a felicidade. Imagem: Pxhere

 

"Minha proposta é estudar profundamente quais são as razões do sofrimento humano". Essa é a perspectiva do professor da Faculdade de Ciências da Saúde (FS) da UnB Enrique Argañaraz ao ministrar a disciplina Ciência Além da Ciência, que terá turmas no segundo semestre letivo de 2020, com início no dia 1 de fevereiro. Interessado há muitos anos na área de autoconhecimento, o docente já passou por várias linhas filosóficas e tradicionais e viu que era possível alinhá-las à sua profissão de pesquisador, com o intuito de multiplicar ideias.

 

A disciplina, ofertada pelo Departamento de Farmácia (FAR) desde 2018, começou como projeto de extensão. A mudança para a oferta regular trouxe mais impacto para a comunidade interna, principalmente para alunos: são oferecidas cem vagas semestralmente e sempre há fila de espera. O docente acredita que esse público sofre muito com pressão psicológica da rotina acadêmica e do cotidiano.

 

Enrique acredita que é possível lidar de forma mais compreensiva com a lista de espera após a mudança para a modalidade remota de ensino, que ocorreu desde o semestre passado para todas as disciplinas de graduação e pós-graduação da Universidade, em respeito diretrizes de segurança sanitária impostas pela pandemia de covid-19. "Presencialmente, enfrentamos a questão da capacidade dos anfiteatros e do número limitado de assentos. Pela internet, superamos isso", afirma.

 

Considerando o agravamento de questões relacionadas à saúde mental durante a pandemia de covid-19, causada pelo vírus Sars-Cov-2 e que demandou mudanças no comportamento social, o docente acredita que a disciplina passa a ser ainda mais interessante para toda a comunidade e tem pensado em criar turmas voltadas para outros públicos. "Ajudaria a lidarmos com essas e outras questões, porque todo mundo precisa disso", enfatiza.

Ao fim de cada aula, dez minutos são reservados para a prática de meditação. Imagem: Pixabay

 

CONTEÚDO E IMPACTO – A principal pergunta instigada pela disciplina é "que sou eu?", acompanhada de outras, como: o que é a realidade? O que é a mente? O que é a consciência? Qual é a natureza do universo? Qual é o verdadeiro significado da existência do universo e do próprio ser humano?.

 

“As respostas a essas perguntas, embora pareçam desconexas, certamente poderão nortear a qualidade de vida e as características das nossas relações pessoais, levando-nos a um ponto crucial da existência humana: a felicidade", alega Argañaraz.

 

A partir daí, o professor guia os estudantes em questionamentos que visem o bem-estar e como ele não deve ser atrelado ao mundo externo. "Estamos muito acostumados a ver o mundo para fora, e se atrelamos o bem-estar ao mundo externo, estaremos fadados ao fracasso porque ele está sempre mudando", explica.

 

As perguntas essenciais trazidas pelo docente são acompanhadas de teorias da física clássica, da mecânica quântica, teoria das cordas, biologia, evolução e outras áreas da ciência ocidental moderna e contemporânea.

 

Pode soar intimidante para quem não é de áreas afins, mas o professor garante que é possível compreender a essência e a importância dessas teorias para o assunto. "Qualquer fenômeno físico ou biológico pode ser bem explicado para qualquer pessoa."

 

Estudante do sétimo semestre de Ciências Ambientais, Rayanne Marzagão acredita que poder vivenciar esse tipo de conhecimento da academia foi uma experiência única. "A disciplina é falada igualmente para todos, mas sentida de maneira muito diferente por cada um, porque lida com questões pessoais", opina. Para ela, os ensinamentos fogem do padrão cartesiano predominante e trazem temas muito além do que a ciência se propõe a discutir, embora sejam muito bem embasados cientificamente.

 

Já para Amanda Minafra, estudante do décimo semestre de Farmácia, um dos grandes impactos que a matéria trouxe para ela e o cuidado com a saúde mental foi a possibilidade de aprender uma técnica de meditação e ter dez minutos da aula para poder colocá-la em prática. "Meu curso tem matérias muito exatas, e ter essa chance me ajudou a entender algumas coisas pelas quais estava passando", lembra.

 

>> Relembre: Matéria ofertada pela UnB Gama discute caminhos para uma trajetória acadêmica e pessoal mais feliz

 

O professor Enrique Argañaraz afirma que a experiência não é incomum. Algo entre 30 e 40% dos alunos, a cada semestre, embarcam profundamente na proposta e percebem um grande efeito na postura pessoal. Ele lembra que esse conhecimento é algo que se leva para a vida e que, mesmo os que não experimentam um efeito imediato, podem usar o conhecimento no futuro – já houve estudante, inclusive, que o procurou para dizer que se sentiu impactado posteriormente em alguma situação que vivenciou.

 

No caso de Amanda, ela decidiu que gostaria de continuar em contato com o assunto e se propôs a ser monitora da matéria. "Quis também estar presente para ajudar outras pessoas que ficaram fascinadas com esse assunto como eu", finaliza a estudante.

 

SERVIÇO – A disciplina Ciência Além da Ciência será ofertada no próximo semestre com 30 horas/aula, sem pré-requisito para cursá-la. Confira a ementano Sistema Integrado de Gestão das Atividades Acadêmicas (SIGAA) buscando pelo código FAR0035.

 

*Matéria atualizada em 21 de janeiro, para acréscimo de informações.

 

Leia também:

>> UnB disponibiliza ultracongeladores ao GDF

>> Mais de 81% dos estudantes pediram matrícula em disciplinas

>> Procap encerra 2020 com mais de 1.300 servidores da Universidade de Brasília capacitados

>> Estudantes da UnB criam projeto que oferece aulas gratuitas para o PAS

>> Pai da futura vice-presidente dos Estados Unidos atuou na UnB 

>> HUB recebe 15 pacientes de Manaus com covid-19

>> Consuni aprova a indicação de novos decanos para gestão 2020-2024

>> HUB receberá pacientes de Manaus com covid-19

>> Especialistas comentam: as vacinas contra covid-19 são seguras?

>> HUB abre dez leitos de saúde mental e amplia vagas de hemodiálise

>> Laboratório da Antropologia premiado disponibiliza mostras fotográficas e produções audiovisuais na internet

>> "Estamos muito satisfeitos com os resultados da vacina", diz diretor da Faculdade de Medicina da UnB

>> UnB divulga guia de recomendações para prevenção e controle da covid-19

>> Cepe aprova resolução com regras para o próximo semestre

>> Iniciada segunda rodada da pesquisa social com a comunidade acadêmica acerca do semestre remoto

>> Artistas apoiam mobilização da Universidade de Brasília por recursos contra a covid-19

>> Em webinário, DPI lança portfólio e painéis com dados sobre infraestrutura de pesquisa e inovação da UnB

>> Webinário apresenta à sociedade projetos de combate à covid-19

>> Copei divulga orientações para trabalho em laboratórios da UnB durante a pandemia de covid-19

>> Coes publica cartilha com orientações em caso de contágio pelo novo coronavírus

>> UnB cria fundo para doações de combate à covid-19  

 

ATENÇÃO – As informações, as fotos e os textos podem ser usados e reproduzidos, integral ou parcialmente, desde que a fonte seja devidamente citada e que não haja alteração de sentido em seus conteúdos. Crédito para textos: nome do repórter/Secom UnB ou Secom UnB. Crédito para fotos: nome do fotógrafo/Secom UnB.