SAÚDE VOCAL

Projeto ajuda profissionais a melhorar dicção e entonação. Iniciativa é parte do programa de estágio curricular da graduação

Por meio de exercícios de voz e faciais, a iniciativa pretende tornar a comunicação dos jornalistas cada vez mais clara e precisa. Imagem: Reprodução/UnBTV

 

Com o objetivo de auxiliar o desempenho dos repórteres da UnBTV no uso da voz, um projeto promovido pela graduação em Fonoaudiologia da Universidade de Brasília tem realizado atendimentos a esses profissionais. Criada em 2017, a iniciativa iniciou como atividade de extensão e, atualmente, é parte do programa de estágio curricular dos estudantes do curso.

 

“A ideia surgiu quando fomos procurados pela emissora para um trabalho de aperfeiçoamento de comunicação, tanto na área de articulação quanto na área da voz dos jornalistas”, explica Eduardo Magalhães, professor da Faculdade UnB Ceilândia (FCE) e orientador do estágio.

 

Durante as sessões, a equipe de jornalismo recebe instruções de exercícios para melhorar a respiração e a dicção. Os atendimentos são semanais e ocorrem na sede da emissora.

 

“O jornalista não está em tratamento para uma patologia instalada, por isso, essa é uma experiência muito diferente do que eles estão acostumados. Aqui, vamos trabalhar para que a fala se torne melhor e ele consiga dar as devidas entonações e realizar as finalizações necessárias”, completa Eduardo.

 

A ação também possibilita aos estudantes de Fonoaudiologia uma experiência diferente de atendimento clínico. O estágio no projeto dura seis meses e prepara os estudantes da área para o mercado de trabalho.

 

“Estamos aqui vivendo realmente a Fonoaudiologia, então, todos os ensinamentos vamos levar para a nossa vida e vai aumentar ainda mais nossa caixa de conhecimentos”, compartilha a discente do curso e estagiária da iniciativa Vitória Teixeira.

 

Oprojeto também possui perfil no Instagram com dicas de como melhorar a comunicação e orientações em saúde.

 

Conheça mais sobre o projeto em matéria da UnBTV:

ATENÇÃO – As informações, as fotos e os textos podem ser usados e reproduzidos, integral ou parcialmente, desde que a fonte seja devidamente citada e que não haja alteração de sentido em seus conteúdos. Crédito para textos: nome do repórter/Secom UnB ou Secom UnB. Crédito para fotos: nome do fotógrafo/Secom UnB.